Tags

, , ,

Lembro-me quando esta figura foi anunciada: os fãs de figuras entraram em histeria colectiva e eu fiquei impávida e serena. Achei-a bonita, sim, mas não tão bonita ao ponto de trepar paredes e puxar cabelos. Pode ser que agora com estas imagens a minha opinião mude, mas duvido. Continuo a achar que as asas são o mais bonito e que não, não vale os 120€ que custa. Depois partilhem a vossa opinião! Mas, primeiro, o background habitual: quem é Eustia Astraea?

Eustia Astraea provém do jogo Aiyoku no Eustia e, como devem ter adivinhado, é a personagem principal, dando o seu nome ao título do jogo. Foi salva de trabalhar como prostituta para ganhar a vida por outro personagem, de nome Caim, que a compra. Cresceu em péssimas condições, habituada a maus tratos. Contudo, tem uma personalidade optimista e bem-disposta face a toda esta adversidade e acredita que a sua vida deverá ter um propósito maior do que aquele que tem vivido. Sofre da chamada wing disease embora o seu caso seja diferente dos da maioria: suspeita-se que Eustia tem super-poderes.

A figura é da autoria de Takaku & Takeshi que lançaram para o mundo esta excelente Nagato. A Eustia é exclusiva, mede 36 cm e as pré-encomendas estão abertas desde Outubro e manter-se-ão como tal apenas até dia 9 de Janeiro. Podem comprá-la aqui. E agora vamos ao que interessa!

Sim, é impressionante. Muito impressionante. Mas não me provoca aquele impulso habitual que sinto com outras figuras. O “quero agora já imediatamente” (que não é nada saudável).

Ok… e imponente também (é sempre giro ver como vou mudando de ideias ao longo dos artigos).

E fofinha.

A sensação de movimento está muito, muito boa também.

Sou capaz de me perder nos pormenores desta figura.

As asas!

É uma figura maravilhosa sem qualquer sombra de dúvida. Está excelente a nível artístico e, caso a comprasse, sei que ficaria imensamente orgulhosa de ter algo tão valioso na minha colecção. Mas só a consigo apreciar a nível estético, não sinto mais nada por ela. Não conheço a personagem sequer. Aplaudo o trabalho que aqui está e admiro-o imenso mas não passa disso.