Para inaugurar a secção de cosplay aqui no Ritsu & Co. vamos estar à conversa com a cosplayer Patrícia Bordeira – mais conhecida na internet como Kali – de 23 anos, que se estreou no mundo do cosplay em 2005 e que este ano vai representar Portugal no concurso ECG em França na modalidade de grupo.
Focar-nos-emos no seu fato de Velvet do jogo Odin Sphere.

Porquê a escolha desta personagem para cosplay?
Houve uma altura em andava à procura de designs de personagens que gostasse e deparei-me com Odin Sphere. Depois de ver o artbook apaixonei-me pelo fato da Velvet porque tem a minha combinação de cores favorita (mesmo sendo um pouco reduzido). Depois de jogar o jogo adorei ainda mais a personagem e toda a sua história, por isso decidi ganhar coragem e fazer o fato.

Quanto tempo demorou a ser feito?
Mais ao menos 1 mês e meio, também porque sou bastante preguiçosa.

Dirias que o fato, na sua totalidade, foi de fácil ou difícil construção?
Pensei que fosse mais fácil, mas também não foi super difícil. Tinha a ideia que seria mais simples visto estar a usar menos tecido, mas tive de ter um cuidado redobrado para tapar tudo o que era preciso.

Gastaste por volta de quanto dinheiro neste cosplay?
Ao todo ficou cerca de €50. A peruca já a tinha por isso logo aí foi uma boa poupança. Os sapatos e as lentes (que normalmente encarecem bastante um fato) encontrei baratos.

Aprendeste alguma coisa nova durante o processo?
É sempre melhor usar o material de origem da cor que pretendemos do que pintar depois. E aprendi a fazer pregas com a ajuda de um garfo!

Gostaste do resultado final?
Gostei do resultado mas não fiquei completamente satisfeita porque preferia ter usado outro tecido, mas na altura não encontrei em lado nenhum. Preferia também ter feito um pouco mais de exercício, mas lá está, preguiça para isso.

Em que evento/os usaste este cosplay?
Por enquanto ainda só usei no Anicomics Lisboa 2011, mas pretendo repeti-lo num futuro próximo!

E o que achaste da reacção das pessoas quando te viram com ele?
Acho que as pessoas gostaram do fato, mesmo sendo de uma coisa pouco conhecida. Não o usei muito tempo num evento, por isso a grande reacção foi mesmo na sessão fotográfica que fiz com este fato.

Agora olhando de novo para o fato, mudarias alguma coisa?
Estou a modificar a minha arma (corrente) porque não fiquei muito contente com a primeira tentativa (entretanto também se partiu).

De futuro iremos falar sobre mais fatos feitos por esta cosplayer mas entretanto deixamos aqui a nossa força para ela e a sua parceira – Sara Cordeiro – no país mágico das baguettes!

Fotos por Sara Cordeiro