Esta é possivelmente uma das questões mais controversas no mundo do cosplay: Um tipo de corpo diferente do da personagem. Infelizmente, por vezes, não temos o tipo de corpo mais adequado – quer seja a altura, cor de pele, proporções, etc – para fazer um cosplay de uma personagem que gostamos muito, mas deverá isso ser um impedimento para desfrutarmos, só porque há quem não goste? É isso que vamos analisar neste post das opiniões dos cosplayers!

Achas que os cosplayers deveriam escolher personagens adequadas para o seu tipo de corpo?

Da esquerda para a direita: Princess Peach de Super Mário; Yoruichi de Bleach; Tsunade de Naruto, Beatrice de Umineko e Supergirl da DC Comics

“É uma questão complicada. Por um lado atribuir regras rígidas a algo que é apenas um hobby pode ser limitador. Por outro, e é até algo que foi constado por um estudo académico canadiano, a comunidade de cosplay apesar de se diferenciar de outras sub -culturas ligadas à moda, permanecem nesta os mesmos padrões de beleza da sociedade dita mainstream. No entanto, acho que não se pode negligenciar que depende dos casos. Existem cosplays que estão completamente vedados a quem não tenha o corpo apropriado, como existem cosplays que é bastante possível serem bem conseguidos, independentemente do corpo.”

“Desde que o cosplayer se sinta confortável e que ache que está a prestar uma boa homenagem à personagem em questão, qualquer tipo de corpo pode funcionar. Afinal somos cosplayers, somos imaginativos e sabemos fazer com que o improvável funcione!”

“Sim e devem, acho que cosplayers têm de ser realistas. Muitos cosplays não funcionam simplesmente porque o corpo não o leva até la, por exemplo se um cosplayer grande/enchido(a) fizer cosplay de uma personagem magra não vai dar um bom resultado final porque a postura e  a silhueta não vão estar certas.
No meu caso, eu tento sempre fazer cosplay baseado no meu corpo. Eu gostava de fazer um Jecht ou um Kefka, mas não faço simplemente porque estaria a estragar personagens que gosto e ao mesmo tempo não me sentiria bem.
Mas também digo: Se o cosplayer se sente à vontade mesmo não tendo corpo para o cosplay, então que fique à vontade, pois o que interessa é o cosplayer se sentir bem; mas espero que o cosplayer tenha em conta que os outros podem não gostar.”

“Acho que nós, os cosplayers, devemos ter apenas ALGUM cuidado com as personagens que escolhemos, mas penso que não deveríamos estar extremamente preocupados com isso. Somos livres de fazermos que personagens gostamos, ninguém nos impede, claro que podemos ter algum cuidado, se fizermos de uma personagem um pouco mais bronzeada, não nos faz mal nenhum metermos um pó bronzeador na pele, ou mesmo pintar-mo-nos. Em questões de físico (peso) digamos que as próprias personagens (algumas) nem sequer têm as proporções possíveis para os humanos. Mas claro temos de nos saber olhar ao espelho e ver se realmente o fato se adequa ao nosso tipo de corpo ou não. Mas em geral penso que basta ter um pouco de cuidado, não é necessário escolhermos personagens com a nossa altura ou peso, isso seria ridículo.”

“Não recrimino ninguém que não tenha o corpo perfeito para a personagem. É extremamente raro encontrar um cosplayer com as mesmas características físicas que um desenho fictício, principalmente quando na maioria das vezes é quase anatomicamente impossível (veja-se o exemplo de XXXHolic, onde todas as personagens parecem girafas anorécticas).
No entanto, acho que existem corpos mais adequados que outros para certos cosplays. Se o objectivo do cosplayer é representar o mais fielmente uma personagem, não basta o fato estar igual, ter uma peruca decente e até lentes de contacto super naturais – um corpo que resulte no fato é sempre uma mais valia.
Com isto, é óbvio que um cosplayer mais gordinho pode fazer de uma personagem “trinca espinhas” e um cosplayer mais magrinho pode fazer de uma personagem mais robusta . Solemente isto não prejudica,de forma nenhuma, o cosplay. “