Por vezes vemos alguém com um fato de cosplay interessante e não sabemos de que lugar é. Vamos  ter com a pessoa e perguntamos qual é a personagem e de que anime é. Ela responde-nos que é um cosplay original, que foi ela que criou a personagem.
Às vezes também nos acontece ver uma personagem que conhecemos mas não nos lembramos do fato. Lá vamos nós novamente perguntar que cosplay é aquele e também nos respondem que é original.

Raramente se vê algum problema quando se vê algum cosplay original mas assiste-se quando participam em concursos. Será que é justo juntar cosplays fieis e cosplays originais no mesmo tipo de concurso?
Hoje vamos ver o que os nossos cosplayers pensam sobre cosplays originais.

Qual é a tua opinião quanto a cosplays originais?

“No fundo, se damos tempo para recriar as personagens de ficção criados por outros, porque não criarmos as nossas? É uma área do cosplay com tanto mérito como as restantes. Mas talvez se dilua um pouco quando comparado a fatos de personagens mais conhecidas por exemplo. Agora, não acho justo que concorram lado a lado com cosplays de personagens já existentes. É tendencialmente injusto, seja pelas questões das imagens de referência ou pela própria visão de que o publico pode ter de uma personagem original, podendo não dar o devido valor à criação.”

“Gosto bastante de cosplays originais porque acho que é algo que desafia ao máximo a criatividade do cosplayer. Desde criar a aparência do seu personagem, desenvolver uma personalidade, fazer o fato e acessórios, etc., é algo que exige bastante criatividade.
No entanto, na minha opinião, acho que um cosplay original só deve participar em concursos de cosplay se existir uma imagem de referência, onde o cosplayer se tenha baseado para criar o fato, para ficar em pé de igualdade com os restantes participantes, e o júri ter algo em que basear a sua avaliação.”

“Acho que é bom para quem goste de fazer, não sou muito fã de tal, pois maior parte das vezes personagens inventadas não tem a personalidade ou destaque suficiente para competir com uma personagem existente, mas outras vezes até é complamente o contrário. Também posso dizer que se torna difícil em termos de competição; não é que seja um bom/mau fato, mas uma personagem inventada, em termos de competição trás sempre uma facilidade em “eu inventei posso fazer o que quero porque ninguém conhece” ao contrário de fazer uma pose ou movimento igual ao da persongem de um anime, por exemplo o “Guerreiro Intergaláctico” quando fazes a pose toda a gente já sabe o que é, isso não acontece com um personagem inventada.

Em termos de personagem já existente, mas um fato diferente, já é um caso diferente, hoje em dia tens personagens que tem variações de fatos mas muitas vezes não é aquilo que se anda à procura, então inventa-se um fato. Desde que o cosplayer não deixe de ser essa personagem está tudo bem, agora se ele fizer algo no qual essa personagem nunca faria por exemplo: “Robin (OP), sendo uma personagem séria, usar um fato com “rabbit suit” nunca estaria bem porque toda a gente que conhece a Robin sabe que ela nunca usaria isso. Mas isto é só um exemplo porque há coisas que resultam e não resultam. Se uma cosplayer quer fazer um fato inventado de uma personagem já existente, o cosplayer tem de em consideração a personalidade, costumes e cultura da própria personagem.

Mas no final, se te divertes é o que interessa.”

Esta semana viu-se impossibilitada de cooperar com o Ritsu.

 

Esta semana viu-se impossibilitada de cooperar com o Ritsu.

 

Para a semana há mais, bom final de semana, beijinhos!😀