Boa tarde a todos!

A entrevista desta semana é com a Ana Isabela Santos, uma das vencedoras do ECG 2011 de grupo, juntamente com o Leandro Martins.
Tem 24 anos e iniciou-se no mundo do cosplay em 2004.
O fato sobre o qual vamos falar foi usado no FIBDA 2008, no qual ganhou o prémio de Melhor Cosplay Avançado, no AMMEN (A Minha Mãe É Uma Narutard) em 2008 no qual arrecadou o prémio de grupo e no Japan Weekeng em 2010, onde foi escolhida para representar Portugal no ECG (European Cosplay Gathering) na categoria grupo em 2011.

Vamos passar agora às perguntas.

1. Porquê a escolha desta personagem para cosplay?
Escolhi esta personagem por ser uma das minhas favoritas. Adoro a Sakura desde que comecei a ver Card Captor Sakura na RTP 1. Inclusive foi com essa personagem que me iniciei neste hobbie em 2004 com o fato do 3º opening da Sakura Card Captor.
Quando soube que as CLAMP iam fazer um anime novo e esse integrava a Sakura como uma das personagens principais mas em adulta nem queria acreditar. Os desenhos do artbook são incríveis, cheios de detalhes. E eu adoro tudo isso, juntei então o útil ao agradável.

2. Porquê este fato em especifico?
Escolhi este fato por ser um dos meus preferidos do ArtBook mas na altura escolhi porque era um fato vivo, cheio de cor e cheio de pormenores. Eu queria um fato com bastante detalhe e com um saiote grande. Adoro vestidos volumosos e cheios de detalhes.
Este fato também tinha acessórios bastante interessantes que queria fazer, como por exemplo a bola que a Sakura-Hime tem na mão.

3. Quanto tempo demorou a ser feito?
Este Cosplay demorou 3 meses a ser feito.

4. O que gostaste mais de fazer? E menos?
O que eu mais gostei de fazer foi a bola, pois foi a primeira vez que fiz algo do género. Adorei todo o processo de construção da bola da Sakura. Foi ai que me apercebi que gostava mais de fazer acessórios do que coser na máquina de costura.

5. Dirias que o fato, na sua totalidade, foi de fácil ou difícil construção?
Este fato é difícil, pois tem muitos pormenores e acessórios/adornos que necessitam de tempo para a sua confecção. O próprio vestido é complexo as mangas são duplas com tecidos diferentes e depois tive que colocar a fita dourada em toda à volta. Foi sem dúvida um fato trabalhoso mas foi feito com muito amor e carinho.

6. Gastaste por volta de quanto dinheiro neste cosplay?
Até agora foi o meu cosplay mais dispendioso. Gastei mais de 500€.

7. Aprendeste alguma coisa nova durante o processo?
Neste projecto aprendi imensas coisas. Como usar certos materiais como: folha de espuma, arame, tintas, canetas e por ai adiante.

8. Gostaste do resultado final?
Sim, muito! Apesar de agora estar um pouco largo. É um cosplay bastante fácil de usar apesar do barulho que faz, pois tem 108 guizos.

9. Que achaste da recepção da comunidade quando fizeste este cosplay?
Acho que gostaram. Vi pessoas bastante espantadas a olharem para ele. E a fazerem-me inúmeras perguntas. No geral penso que foi bem recebido e apreciado. Talvez o mais atractivo deste cosplay é a barulheira que faz!

10. Agora olhando de novo para o fato, mudarias alguma coisa?
Este fato já sofreu varias alterações apesar de quase ninguém notar, mas de momento se pudesse refazia as mangas.

Nota da Cosplayer: Desde já agradeço a oportunidade que me deram. Espero que tenham gostado.

Nós é que agradecemos e também esperemos que vocês, senhores leitores, tenham gostado!😛