Olá a todos!

A entrevista desta semana é com o Leandro Martins, sobre o seu belíssimo cosplay de Cain de Trinity Blood.

O Leandro tem 23 anos e tornou-se cosplayer em 2007. Usou este cosplay em 2010 no MCM Expo a quando a realização do primeiro concurso internacional Eurocosplay no qual ganhou o primeiro lugar!

Agora vamos lá às perguntas!🙂

1. Porquê a escolha desta personagem para cosplay?
Quando ganhei as pré selecções do eurocosplay em 2009 tinha um outro cosplay em mente mas como depois de examinar bem toda a estrutura e tudo o que era preciso para o cosplay ficar como eu queria tive noção que não tinha capacidades suficientes nem experiência para o fazer na altura, por isso decidi mudar a escolha do fato e como tinha visto o anime Tinity Blood por essa altura e tinha decidido fazer um dia de Cain porque adorei tudo o que vinha por detrás dessa personagem e como também tinha um fisionomia parecida com a dele foi apenas juntar o útil ao agradável.

2. Porquê este fato em especifico?
Sempre gostei de me por a prova, de fazer melhor cada vez mais por isso achei que este seria um bom cosplay para executar, alem de mais sempre adorei coisas detalhadas, elaboradas, grandes e com asas.

3. Quanto tempo demorou a ser feito?
Quando o comecei a fazer levei cerca de três meses a trabalhar nele até ao Eurocosplay, mas como na altura o fato não estava completo depois disso trabalhei nele mais três meses para o deixar tal e qual como o imaginava na minha cabeça.

4. O que gostaste mais de fazer? E menos?
Gostei bastante de fazer a cabeça de carneiro em esqueleto e a lança embora estivessem muito mal feitas acho que foi o que mais gozo me deu fazer, o que menos gostei… É uma pergunta chata porque o fato tinha montes de taxas, penas, bordados, e tudo isto levou muito tempo ate estar feito e muitas vezes não tinha cabeça nem paciência já.

5. Dirias que o fato, na sua totalidade, foi de fácil ou difícil construção?
Não considero um cosplay difícil, o cosplay se for bem estudado percebe-se que não tem coisas assim tão complicadas de ser feitas, apenas tem muitas coisas, mas não houve nenhuma parte em que tivesse tido muita dificuldade, só foi preciso um bocadinho de cabeça e boas ideias.

6. Gastaste por volta de quanto dinheiro neste cosplay?
Gastei por volta de 200 euros até ao Eurocosplay e depois mais 150 para o ter concluído como queria.

7. Aprendeste alguma coisa nova durante o processo?
Muitas! aprendi a bordar de varias maneiras, trabalhar com “expenside foam”, PVC, por ilhoses, fazer forros de maneira diferente e o resto foi aplicar o que já sabia e ir praticando.

8. Gostaste do resultado final?
Quando fui ao Eurocosplay não gostei muito do fato, ainda me lembro que cerca de 2 semanas estive quase para mudar de cosplay para as finais porque sabia que não ia conseguir ir completo e não gostava muito da ideia de aparecer “inacabado” mas decidi ir em frente já que tinha tido tanto trabalho (eu e a minha mãe que grande parte do bordado vermelho foi feito por ela enquanto eu avançava outras partes do fato) e também porque a actuação já tinha sido pensada em 2009 e era algo que tinha muita vontade de fazer.
Após o Euocosplay e depois de ter o fato completo sim, foi um orgulho muito grande, saber que depois de tudo tinha alcançado um objectivo, mas para ser sincero já estava um pouco agoniado com o fato, estava súper feliz mas era algo por que não gostaria de passar de novo.

9. Que achaste da recepção da comunidade quando fizeste este cosplay?
Como ganhei o Eurocosplay estava toda a gente súper feliz e contente, fartei-me de receber felicitações por isso acho que tive uma recepção muito boa!

10. Agora olhando de novo para o fato, mudarias alguma coisa?
Talvez a lança mas não tenho remorsos por causa disso! Dei o meu melhor e é isso que conta, o fato foi feito com a ideia que eu faria uma versão mais minha embora fiel as imagens para que pudesse ser único e foi mais do que conseguido a meu ver.

Por hoje é tudo mas os nossos caros leitores podem esperar para breve mais conversa com este grande cosplayer.😉