Boa noite!🙂

Aproveitando o passado Especial Cosplay com o Leandro, um dos representantes portugueses para o próximo ECG, o Ritsu & Co. decidiu que seria do interesse comum da comunidade portuguesa de cosplay entrevistar os vencedores das pré-eliminatórias deste ano, para que todos nós ficássemos a saber as motivações, receios e esperanças destes cosplayers.

Hoje o post é dedicado à Natércia Antunes – mais conhecida como Tercy -, vencedora do primeiro lugar solo da pré-eliminatória com o seu cosplay de Sakura de Tsubasa Chronicles.

Quais foram as tuas motivações para participar no ECG?
Para começar, após o concurso do Anicomics (e porque também foi o meu primeiro skit), eu não pensava em voltar a subir ao palco tão cedo, mas quando foi anunciada a eliminatória do ECG em Portugal, à primeira hesitei. Mas com o passar do tempo, tive apoio dos meus amigos, colegas e até familiares, o que foi bom para mim porque quem está do “lado de fora” sabe ver e avaliar o meu trabalho de outra maneira. E então, como eles confiaram no meu talento e nos meus trabalhos, conseguiram-me motivar e a ajudar a participar.
Mas confesso que até lá eu estava descontraída, já tinha o fato feito e era somente pensar num skit simples.

És conhecida por fazer os vários fatos de Sakura das CLAMP. Porque este vestido em especifico para o concurso?
Escolhi este vestido porque apenas usei-o uma vez no Photoshoot em 2011, e porque também muita gente desconhecia este cosplay; e por outro lado, foi um vestido que me deu algum trabalho com a colocação de tecidos em cima de tecidos e fitas para todo lado (risos).

Consideras que este cosplay foi mais difícil de realizar por ser destinado a uma eliminatória para um concurso europeu ou foi igual a qualquer outro que tenhas feito no passado?
Foi igual a outro que já tenha feito, como disse, já o tinha concluído e já o tinha usado também. Apenas escolhi este por ser mais trabalhado na composição dos tecidos.

O que gostaste mais de fazer? E menos?
Gostei muito de fazer a parte da saia. Aqueles fólhos todos (sempre adorei vestidos com fólhos e coisas do género) e as mangas também. Gostei de fazer a bandolete e as coroas a fimo. O que menos gostei de fazer foi especialmente a parte do peito…

Ficaste satisfeita com o resultado final?
Sim, no geral fiquei 95% satisfeita. Apesar da própria saia ter para ai uns 5kg não é fácil de andar (risos).

Agora olhando para o cosplay de novo: Há alguma coisa que queiras melhorar?
Sim, gostava de melhorar a parte do peito como já referi. Uma vez que quando o fiz tive um “acidente” na manutenção e nos tecidos… Que não tive outra hipótese senão fazer essa parte ligeiramente diferente da imagem oficial.

O skit é algo que conta muito para a avaliação nos concursos de cosplay hoje em dia. Dedicaste mais tempo a pensar como o fazer do que se fosse para um concurso normal? Achas que o teu correu como planeado?
Não, não me dediquei. Foi pensar apenas em algo simples e fácil, porque o vestido era pesado por si mesmo e não podia andar com muitos detalhes, ainda poderia correr qualquer coisa mal. Assim como os props em palco, usei o que tinha porque também faltou-me tempo para pensar em algo mais rigoroso, na mesma semana que foi o ECG, 4 dias antes tinha chegado eu da Madeira e não tinha mesmo tempo para andar a preparar props, cenários e outras coisas. Portanto fiz com o que tinha e como resultado, não foi nada mal (risos).
Às vezes nem é sempre o “ter muitos props” que ajuda a ganhar, mas sim representar uma historia com as coisas que se tem já feitas (sendo elas simples e básicas), e criar um mundo imaginário, fazendo-se sentir por parte do publico, e transmitir aos mesmos a mensagem que queremos deixar, enquanto fazemos o skit.
É apenas deixar a criatividade flutuar pelas nossas mentes e representar facilmente e sem medos. smile

Quando viste os outros concorrentes pensaste que terias chances de ganhar?
Nem por isso. Confesso que estava bastante nervosa mas não era com medo de perder. Era apenas o meu sistema nervoso elevado (sempre fui assim desde pequena), e estava concentrada em como fazer o skit.
Mas admito que gostei de entrar naquela sala e ver uma grande competitividade de cosplayers com bons fatos, mas sobretudo felizes e motivados para ganhar.

Qual foi a sensação quando anunciaram o teu nome como vencedora?
Sabem quando o vosso coração quer sair do peito? O meu estava assim. Quando o Fábio Ferreira (quem anunciou os vencedores ao público) virou-se para mim a dizer “E a vencedora do ECG a Solo que irá representar Portugal no próximo ano é….”, aí é que parou tudo. Levei as minhas mãos a cara, já a sentir as lágrimas a subirem, o coração a bater tanto e os meus lábios secos. Para não dizer que os gritos de felicidade do público ajudaram-me ainda mais a ficar emocionada. Na hora não acreditava em nada, pensava que tudo fosse um sonho e que logo iria acordar (risos).
Foi mesmo muita emoção e uma sensação única.

Quais as tuas expectativas quanto à viagem a França?
Bom… Para quem já lá esteve, já me informaram das coisas que vou ver, vou sentir e vou viver. É normal que esteja bastante ansiosa e também porque será muito competitivo entre os países. Mas não tenho receio, vou para me divertir e mostrar quem sou, de onde venho , o que eu gosto e o que eu faço.
Mas espero que corra tudo bem, entre os nervos, ansiedade e o stress, o que importa é que fim tudo corra bem como planeado, tanto para mim como para os outros concorrentes.

Já tens alguma ideia sobre que cosplay vais levar para representar Portugal?
Confesso que o cosplay definitivo não. Ainda não tenho. Mas já estou com algumas ideias que vão levar ainda algum tempo para decidir.
Em relação aos cosplays para entrevistas, sessões fotográficas e etc, sim, já os tenho pensados.

Agora fora do tema ECG, queres matar-nos a curiosidade e dizer quantos cosplays da Sakura já fizeste até à data de hoje? E qual deles é o teu preferido?
(risos) Bom posso vos dizer que ao todo tenho 16 fatos dela. Contando com 11 de Tsubasa Chronicles e 5 de Card Captor Sakura. Tirando os 4 que tenho em andamento entre eles um que já estou a fazer desde 2009 e que ainda não está terminado, porque exige bastante tempo e o vestido não é nada pequeno (risos), sendo, ainda por cima, o meu preferido dela. Mas de todos os que tenho feitos, posso dizer que um dos meus favoritos é o que levei ao Anicomics (preto e vermelho com as asas) e sem dúvida, o cosplay de Sakura Kinomoto de Príncipe, adoro aqueles detalhes dourados, os diamantes do casaco, etc.
Por enquanto são esses, quem sabe daqui a uns meses já tenha, um outro preferido (risos).

– Fotografias por Ágata Lima

O blog deseja a maior das sortes à Tercy em França!
E não se esqueçam de passarem no seu DeviantArt para verem mais dos seus trabalhos.🙂