Tags

, , ,

Esta semana temos algo diferente: uma segunda entrevista a outro cosplayer nacional que está prestes a representar o nosso país na MCM Expo, em Londres. Falo, claro, de Miguel Salvador, de 20 anos, natural de Ermesinde, que venceu a eliminatória no Portusaki com a personagem Simon de Tengen Toppa Gurren Lagann.  Aproveitámos tê-lo conhecido no Porto para lhe propôr esta pequena entrevista à qual acedeu. Desde já obrigado pela disponibilidade e simpatia.

Como e quando te começaste a interessar por cosplay?

O meu interesse pelo cosplay surgiu em 2010 quando comecei a ver vídeos de convenções lá fora e um amigo meu me contou o que se entendia por cosplay. Na altura, como era (e ainda sou) um enorme fã de One Piece, queria muito fazer cosplay de Luffy, mas desconhecia qualquer evento em Portugal do estilo. Mais tarde eu tinha um trabalho na escola que consistia em fazer uma espécie de “reportagens” sobre eventos e a quatro dias do 1º Iberanime cá no Porto tive conhecimento do mesmo, e então depois de conversar com a minha mãe, a 2 dias do evento fui ao Porto em busca de um chapéu de palha e alguns linhos. Com ajuda da minha mãe, e ao utilizar uns tecidos guardados, umas calças e uma t-shirt, criou-se assim o meu primeiro cosplay.

Qual foi o teu primeiro fato e quais foram as primeiras grandes dificuldades com que te deparaste?

Foi o cosplay de Luffy. Bom, da primeira vez não tive muitas dificuldades pois o fato era super fácil, pois era apenas utilizar alguns tecidos e estava pronto.

Cloud Strife, 2011.

Dando agora um salto e passando já para a eliminatória do Eurocosplay: porquê a escolha desta personagem em específico?

Eu vi a série Tengen Toppa Gurren Lagann em Novembro do ano passado e tenho a dizer que foi uma série que adorei tanto que desde que a vi não paro de falar e fazer brincadeiras sobre ela. Acho que é uma série que transmite esperança e o sentimento de que se as pessoas se esforçarem conseguem “alcançar os céus”, e eu identificava-me com o Simon, portanto escolhi esta personagem.

E algum motivo para esta versão do mesmo?

O design do fato é um dos meus preferidos, especialmente a capa dele, e também a altura dele assemelha-se à minha, a versão em pequeno dele foi feita para o concurso em si.

Quanto tempo demorou a ser feito?

Foi feito durante 1 semana antes do evento, mas só comecei a trabalhar mais a sério a 3 dias do evento, pois não tive disponibilidade para o fazer mais cedo. Terminei no dia do concurso.

O que gostaste mais de fazer? E menos?

Posso dizer que a capa foi o que mais gostei de fazer, porque queria mesmo ver como ficava pois adorava o design dela. O que gostei menos foi as botas. Comprei umas galochas e pintei-as, só que a borracha não deixa a tinta aderir então cheguei ao fim do dia com as botas sem algumas partes das listas vermelhas.

Dirias que o fato, na sua totalidade, foi de fácil ou difícil construção?

Acho que foi algo trabalhoso, tive de utilizar novos métodos de concepção de alguns acessórios porque nunca tinha utilizado Poliuretano antes nem LED’s também, portanto foi a primeira vez a experimentar alguns materiais.

Aprendeste alguma coisa nova durante o processo?

Sim, como utilizar LED’s e Poliuretano. E fazer moldes de capas também.

Gostaste do resultado final?

Adorei muito. Eu gostava do fato antes de o fazer e agora ainda gosto mais.

Que achaste da recepção da comunidade quando fizeste este cosplay?

Acho que foi boa. Sei que esta série não é tão “mainstream” como One Piece portanto é provável que algumas pessoas não tenham reconhecido a personagem, mas tive muito bom feedback acerca do mesmo.

Agora olhando de novo para o fato, mudarias alguma coisa?

Acho que não, gosto do fato como ele está. Quando melhorar um bocado vou tentar fazer um par de óculos melhor, mas por agora está bom como está.

Faltam menos de duas semanas para o Eurocosplay na MCM Expo, em Londres. Como te sentes e quais as tuas expectativas para o concurso?

São muito boas. Já soube que é um evento gigantesco, e estar com cosplayers de outros países, ir a um evento fora do país, representar Portugal, tentar fazer um fato melhor que todos os que já tenho, é algo que me dá muito orgulho e felicidade.

Sabemos que não queres revelar grandes detalhes do teu fato. O que dirias que podemos esperar do mesmo?

Podem esperar uma personagem que em princípio todos conhecem, e provavelmente vos dará um sentimento de nostalgia.

Dirias que a oportunidade de ir a Londres mudou a tua perspectiva do cosplay e te incentivou a crescer no ramo?

Bom, é verdade que esta oportunidade me incentivou a utilizar novos métodos e técnicas, pois quero levar um bom fato para a final. Depois da eliminatória pretendo começar a aprender novas técnicas para começar novos projectos e cosplays.

Aqui fica o vídeo do skit realizado no PortusakiII para os mais curiosos:

Desejamos imensa sorte ao Miguel para o concurso em Londres!